No último dia 9, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo divulgou a lista classificatória dos projetos enviados ao PROAC (Programa de Ação Cultural) na categoria “Desenvolvimento e produção de conteúdo em AR e VR”. Dentre os classificados, está o projeto “Museu em realidade mista”, da cidade de Lins, que foi idealizado por Juliel Bronzati Dourado, sócio da Match Gear, empresa especializada no desenvolvimento de softwares, apps, games e ações em realidade virtual ou realidade aumentada. O projeto aprovado está diretamente relacionado à área de atuação da empresa. A ideia consiste na criação de um software que explora o recurso de realidade aumentada e, dessa maneira, irá permitir que os usuários tenham acesso a diversas mostras culturais. Além da facilidade trazida pelo software, o projeto vai contribuir também com a difusão e disseminação da cultura brasileira, já que muitas pessoas não têm a oportunidade de visitar museus com frequência. Ademais, o software contará com recursos que possibilitarão o acesso de pessoas com deficiência visual ao conteúdo de obras culturais.

Com a aprovação do PROAC, o projeto vai receber uma verba que será utilizada nos dez meses em que o software estará sendo desenvolvido. As etapas de desenvolvimento partem da elaboração de um protótipo, passando pelas programações, integração dos conteúdos, fase de testes, ajustes finais e divulgação, contemplando a exposição do projeto em escolas e instituições.

A Match Gear, empresa do idealizador do projeto, faz parte da Incubadora de empresas de Lins, que apoia as micro e pequenas empresas que buscam o desenvolvimento de suas atividades. A incubadora é mantida pela ADETEC (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Lins), uma organização privada e sem fins lucrativos que contribui com as atividades de empreendedorismo e inovação na cidade de Lins e região.

 

Fonte: http://carvalhoassessoria.com/empresa-da-incubadora-de-lins-tem-projeto-aprovado-pelo-proac/